Arquivos

28/12: Reveillon? Espumantes Nacionais!

Espumante Dal Pizzol Brut

O brasileiro não é acostumado a beber vinho espumante. A média nacional é de apenas 50 mililitros por pessoa, quantidade muito distante da média francesa, que é de seis garrafas por ano. Além de pequeno, o consumo nacional é sazonal. Boa parte ocorre exatamente nessa época do ano, durante as festas.

Em contraste, o espumante brasileiro é reconhecido internacionalmente como um dos melhores do mundo. O terroir da Serra Gaúcha é considerado um dos melhores do mundo para a fabricação de espumantes, e a produção nacional, assim como as exportações, têm aumentado a cada ano.

Portanto, se você quer celebrar o reveillon com um espumante bom e barato, escolha um espumante nacional. Desde as vinícolas mais famosas, como Chandon, Miolo e Aurora, às menores, como Casa Valduga, Dal Pizzol e Don Laurindo, oferecem espumantes para todos os gostos.

Feliz 2006, e que o ano que se inicia vos traga muitas conquistas, que possam ser celebradas com um ótimo espumante nacional!

Fontes:
Revista Veja - Brinde Brasileiro
Correio Popular - Revista Metrópole - Renata Freitas - Um brinde ao espumante nacional.


PS: Provavelmente esse é o último post do ano. Muito obrigado e um abraço a todos que por aqui passaram. Espero que voltem em 2006.

23/12: Cervejas de Natal

Christmas Ale

O Natal é a festividade cristã onde se celebra o nascimento de Jesus Cristo. Apesar disso, a festa como conhecemos hoje contém diversos elementos de festividades pagãs, que eram realizadas muitos anos antes do nascimento de Cristo, como a árvore de Natal, a troca de presentes e a cerveja de Natal.

A tradição de se fabricar cervejas especiais para celebrar o inverno e divindades pagãs vêm desde as primeiras religiões primitivas da Escandinávia, Alemanha e Bretanha. Com a disseminação do cristianismo, os povos dessas regiões adaptaram suas tradições à nova religião. Em muitas casas se fazia cerveja caseira, e nada mais natural que preparar um lote "especial" para uma festa como o Natal, assim como a ceia natalina não é um jantar comum.

Mesmo com o aparecimento das cervejarias comerciais, a tradição foi mantida em toda a Europa. E o surgimento das micro-cervejarias nas Américas manteve o costume vivo também em nosso continente. Hoje a oferta de cervejas de natal no mundo inteiro é muito grande, especialmente em países que possuem muitas micro-cervejarias, como os Estados Unidos e a Alemanha.

Normalmente a cerveja de Natal é uma cerveja do tipo Ale, de alta fermentação, forte e com alta graduação alcoólica, ou seja, ideal para o inverno, que é a estação do Natal no hemisfério norte.

No Brasil, com o recente surgimento de novas micro-cervejarias, essa antiga tradição está começando a ser relembrada. A Eisenbahn Weihnachts Ale é a cerveja de Natal da micro-cervejaria catarinense, que é comercializada entre 1º de novembro e 31 de janeiro. Já a paulista Baden Baden possui a Celebration, que comemora as estações de Inverno e Verão. A Celebration Verão 2006 é uma cerveja do tipo Weiss.

Então, vá correndo comprar sua cerveja, e tenha um FELIZ NATAL!

Fontes:
The Holiday Beer Tradition
The Origins of Christmas Celebration

Escrevi sobre o assunto:
28/11/2005 - Baden Baden Celebration Verão 2006
12/11/2005 - Weihnacths Ale
30/09/2005 - Baden Baden Especiais



16/12: Twin Cinema

The New Pornographers - Twin Cinema

Quando escrevi sobre o site eMusic.com, mencionei que havia baixado lá as faixas do CD Twin Cinema, da banda canadense The New Pornographers.

Eu não conhecia a banda antes disso. Ela estava entre as bandas citadas como bandas de rock boas, mas sem apoio da mídia, (alternativas), que peguei em um forum na Internet.

Eu gostei bastante do Twin Cinema, tanto que acabei gastando o resto dos downloads grátis que tinha no eMusic para baixar os outros 2 CDs da banda de Vancouver.

E agora, pra minha surpresa, o CD aparece em 3º lugar na lista de 100 melhores CDs de 2005 da Amazon.com. Ele também aparece nessa lista de melhores CDs de bandas alternativas, do site Other Music.

Acho que a colocação foi merecida, o CD é muito bom mesmo.

PS: O link para as listas dos melhores CDs eu consegui neste post do Biajoni!


15/12: Mundial de Clubes 2005

Mundial de Clubes 2005

Como era esperado por todos, a final do mundial será entre São Paulo e Liverpool. A entrada dos clubes dos outros continentes, pelo menos nessa primeira edição, serviu apenas para ratificar a condição de mundial da Copa Toyota.

Aliás, ao contrário de muitos torcedores que acham que o mundial não tem graça, pelo fato das equipes dos outros continentes terem mostrado que não estavam à altura dos dois favoritos, eu gostei do formato da competição, um torneio de tiro curto, com os campeões de cada continente.

Muitos acreditam que, para ser um mundial, a competição deveria contar com clubes como Milan, Barcelona, Chelsea e Boca Juniors, por exemplo. Mas essa competição, de certa forma, conta com essas equipes, pois todas participaram do respectivo campeonato continental, com os campeões se encontrando nessa fase final.

A Final

Em relação à decisão, acredito que a equipe inglesa entra em larga vantagem. Ao contrário do São Paulo, que escondeu o jogo durante todo o Campeonato Brasileiro, e ficou apenas em uma posição intermediária, o Liverpool está em ótima fase, na vice-liderança do Campeonato Inglês, e se classificou em primeiro no seu grupo da Champions League, que contava com o "todo-poderoso" Chelsea.

Essa diferença ficou clara na rodada semi-final. Enquanto o tricolor paulista sofreu para vencer o Al-Ittihad, da Arábia Saudita, o Liverpool passeou sobre os costa-riquenhos do Deportivo Saprissa. Claro que só isso não quer dizer muito, pois os adversários eram diferentes. Só teremos como comparar o Al-Ittihad com o Saprissa quando estes se enfrentarem na decisão do terceiro-lugar.

Mas na minha opinião os ingleses são favoritos, pelo momento que vivem. Obviamente o São Paulo tem totais condições de bater os ingleses e trazer o caneco. Mas vai ter que jogar mais do que jogou ontem. Muito mais.


13/12: Mundiais e Links

Depois do Juca Kfouri, e do José Roberto Torero, agora é a vez de Paulo Vinícius Coelho, comentarista da ESPN Brasil e colunista do Lance!, virar blogueiro! Confira!

Copa do Mundo 2006

Sexta-feira teve o sorteio dos grupos da Copa. O Brasil pegou um grupo, que se não é "mamão-com-açucar", como em 2002, não chega a assustar.

Já a Argentina, por sua vez, se não pegou um grupo tão difícil como na última Copa, pegou, com certeza, o mais difícil da Copa da Alemanha. Mas acredito que, ao contrário do que houve em 2002, dessa vez os "hermanos" passam.

Por fim, Felipão mostrou ser um cara de sorte, e pegou, com a seleção de Portugal, a chave mais fácil da Copa.

Leia a análise de todos os grupos no GolBlog.

Mundial de Clubes 2005

E no Domingo começou a remodelada edição da Toyota Cup, agora com o aval da Fifa, e oficialmente reconhecida como Mundial de Clubes. Pessoalmente, gostei do formato da competição, pois participam os campeões de todas as confederações, sem causar muitos danos no calendário do futebol mundial.

Leia a análise do Mundial de Clubes no Balípodo.


09/12: Kaiser Gold

Kaiser Gold

Ok, então você veio até aqui e leu sobre micro-cervejarias. Ficou curioso, resolveu experimentar, gostou, e agora só quer saber de tomar essas cervejas que, apesar de muito melhores, são bem mais caras, e por isso já está quase falido, e amaldiçoando o meu pobre nome?

Seus problemas acabaram. Bem, pelo menos se você mora no sul do país.

A situação que descrevi acima aconteceu comigo. Depois de começar a tomar as cervejas da Eisenbahn, Baden-Baden, Schmitt e outras, ficou cada vez mais difícil tomar as tradicionais pilsen-aguadas como Skol, Nova Schin, Kaiser, etc.

Não me entendam mal, eu ainda tomo essas cervejas. Não vou beber água em uma festa que só tenha Skol, por exemplo. Mas já não as compro para beber em casa, por exemplo. E se comprar, pode ter certeza que vou demorar bastante para bebê-las, o que não acontece quando compro uma Einsenbahn.

Só que infelizmente não dá pra viver só tomando essas cervejas, já que elas são bem mais caras. O quê? Você vive tomando essas cervejas, sem que isso pese no seu bolso? Que beleza, quando crescer quero ser igual à você. Mas enquanto isso não acontece, o jeito é procurar alternativas.

E uma boa alternativa, para quem mora no sul do Brasil, é a Kaiser Gold.

A Gold é uma cerveja pilsen um pouco mais encorpada que as tradicionais, e com um preço bem mais acessível que as cervejas das micro-cervejarias, possuindo uma ótima relação custo X benefício. Só não entendo porque a mesma não é produzia e comercializada em todo o país.


08/12: Made In Russia

Hoje as grandes gravadoras investem timidamente no comércio de música pela Internet, e nesses poucos casos, incluem nos arquivos comercializados algumas restrições de uso, como número de vezes que o arquivo pode ser gravado para CD. Normalmente as faixas comercializadas utilizam formato proprietário, que exige um software específico para executá-las.

O site e-Music.com comercializa, através do modelo de assinatura, músicas no formato MP3, ou seja, sem nehuma proteção. Por este motivo, a eMusic não possui em seu catálogo as grandes gravadoras, trabalhando apenas com gravadoras independentes.

Então, como comprar música das grandes gravadoras pela Internet? Através do site AllOfMP3.com.

O AllOfMP3.com é um site russo que se vale de uma brecha na legislação daquele país, para vender música legalmente pela Internet. A legislação russa é severa em relação à comercialização de CDs e DVDs piratas, mas não menciona arquivos vendidos pela Internet.

O AllOfMP3.com, segundo a legislação local, é equivalente a uma rádio, pois trabalha com transmissão de dados, e paga a taxa de direitos autorais. A cobrança é por megabyte transmitido, e não por faixa, como nos outros serviços similares.

Outro diferencial do site russo é que, devido ao baixo valor da moeda local, os preços, mesmo em dólar, são muito atrativos. Enquanto nos outros serviços costuma-se cobrar 1 dólar por faixa, e as gravadoras pressionam para aumentar esse preço, no AllOfMP3.com pode-se baixar as faixas de um CD inteiro por menos de 2 dólares.

Outra característica do site é permitir que se escolha a qualidade e o formato do arquivo desejado. O site fornece as faixas em MP3, WMA, Ogg Vorbis, e MP4. O tamanho do arquivo e, consequentemente, o preço do download, irá depender da qualidade e do formato selecionado.

No AllOfMP3.com você compra créditos antecipadamente, com um cartão de crédito Internacional, e vai usando os créditos à medida que faz os downloads. O site aceita VISA, mas pode-se utilizar o PayPal também.

Eu testei o serviço nesse mês de novembro, e estou completamente satisfeito. O catálogo é enorme, com algumas restrições, obviamente, para música nacional, apesar de se achar alguma coisa por lá. Comprei 15 dólares de crédito, e com isso já baixei os novos CDs do Paul McCartney (indicação do Rafael Galvão) e Rolling Stones (indicação do Biajoni), outro CD do Paul McCartney (Flaming Pie, indicação do Biajoni), uma coletânea do Thin Lizzy, uma coletânea do Elvis Presley, uma coletânea do Eric Clapton, e mais algumas músicas avulsas. E ainda tenho uns trocados, o suficiente para baixar mais um CD.

Obviamente que a Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI) já declarou guerra ao AllOfMP3.com, e aparentemente já está fazendo lobby para mudar as leis do país. Segundo Alex Moskalyuk, a sede da IFPI em Moscou fica no mesmo prédio que o parlamento daquele país. Coincidência?


07/12: Copa do Mundo 2006 - Cabeças-de-Chave

Copa do Mundo 2006

Na última terça-feira, 06 de dezembro de 2005, a FIFA definiu as seleções que serão as cabeças-de-chave no sorteio dos grupos da Copa do Mundo de 2006: Brasil, Inglaterra, Espanha, Alemanha, México, França, Argentina e Itália.

Os critérios da FIFA para definição dos cabeças-de-chave incluem as campanhas da equipe nos 3 últimos mundias, e a colocação no controverso ranking da entidade.

Isso permitiu que Espanha e México fossem selecionadas, em detrimento da Holanda, que já foi duas vezes vice-campeã mundial, em 1974 e 1978, e semi-finalista em 1998, mas não esteve presente em 2002.

Agora pior seria se uma das seleções escolhidas para cabeça-de-chave não tivesse se classificado pra Copa, pois na lista que a FIFA divulgou, o nono colocado foi a seleção dos Estados Unidos.

A FIFA vive fazendo besteira, mas colocar os Estados Unidos como cabeça-de-chave da Copa seria abusar desse direito!


02/12: Campeões Mundiais de Clubes

A FIFA, em seu site oficial, admitiu a fusão da antiga Copa Intercontinental/Toyota Cup com seu mundial de clubes, e reconheceu os antigos campeões intercontinentais.

A entidade máxima do futebol mundial publicou em seu site uma matéria especial sobre os antigos campeões, com informações sobre os clubes e detalhes sobre as decisões. E também criou a seção Previous Winners, onde constam os 25 clubes que venceram a competição.

O detalhe é que nessa seção não consta o time do Corinthians, apesar da referência Mundial de 2000 constar na seção Previous Tournaments.

O site Terra noticiou que a Fifa desprezou o Corinthians, mas acredito que tenha sido apenas um engano, que logo será corrigido.

De qualquer forma, foi uma decisão sensata reconhecer os antigos campeões mundiais, atitude que eu cobrei aqui.

Atualização (02/12/2005 11:35): A FIFA já percebeu o erro e colocou o Corinthians na seção "Previous Winners".

01/12: Balípodo

O Balípodo, excelente site sobre futebol do jornalista Ubiratan Leal, está com problemas técnicos com seu provedor, e por isso está funcionando temporáriamente no endereço http://balipodo.blogspot.com/

Vale à pena conferir!