30/03: Gol 1

A.D.Perilima

Enquanto todos falam do milésimo gol do Romário, um acontecimento importantíssimo na história do futebol brasileiro passa em branco: o primeiro gol de Pedro Ribeiro Lima.

Pra quem não se lembra, Pedro é um empresário de 58 anos, que mantém um time na Paraíba, o Perilima. Como presidente, Pedro tem escalação garantida em todos os jogos, sendo substituído apenas por cansaço físico.

Ao marcar esse histórico gol, de pênalti, Pedro se torna o jogador mais velho do mundo a marcar um gol numa partida de futebol profissional.

Uma pena que, mesmo com o gol, seu time sofreu a décima primeira derrota no campeonato, em onze jogos!

Fontes:
www.distintivos.com.br
www.paraiba.com.br


07/07: Tudo Azul (mas alguém vai ter que jogar de branco)

Itália e França fazem a grande decisão da Copa do Mundo nesse domingo.

*****


A França leva vantagem no retrospecto recente: eliminou a Itália nas oitavas em 1982, nas quartas em 1998, e ganhou a decisão da Eurocopa de 2000 na morte súbita.

*****


A Itália chega a decisão com a moral de ter batido os donos da casa, mantendo a escrita de nunca ter perdido um jogo para a Alemanha em competições oficiais. Assim como na semi-final de 1970, a prorrogação entre Itália e Alemanha foi emocionante.

*****


Dizem na Europa que o futebol é jogado por 90 minutos, e depois a Alemanha ganha nos pênaltis.

*****


A Alemanha nunca perdeu uma disputa por pênaltis em Copas do Mundo. E a Itália nunca venceu.Sabendo disso, Marcelo Lippi mandou a Itália pro ataque no início da prorrogação, para matar o jogo nos 120 minutos.

*****


Já a França venceu Portugal com um gol de pênalti, bem cobrado por Zinedine Zidane. Portugal fez uma boa partida, e poderia ter empatado, se tivesse mais qualidade em seu ataque.


03/07: Copa do Mundo

O Brasil inteiro esperava um repeteco de 1970. Mas, infelizmente, tivemos um repeteco de 1966.

*****


Se a comparação parece descabida, afinal em 1966 não passamos da primeira fase, é bom lembrar que, na ocasião, enfrentamos Bulgária, Hungria e Portugal, e não babas como Croácia, Austrália e Japão.

*****


A Bulgária não era complicada, e vencemos, mas Hungria, se não era a potência que fora em 1954, ainda era um adversário de respeito. E Portugal, de Eusébio, conquistou uma façanha que só foi repetida 40 anos depois, pela "Família Scolari": chegou às semi-finais.

*****


E, como em 1966, insistimos com veteranos de outras copas, em detrimento de jovens que estavam em melhor forma física e técnica.

*****


Zinedine Zidane provou que ainda é o melhor do mundo. E o melhor jogador depois de Maradona.

*****


Hoje, qualquer lista de top 5 melhores jogadores do mundo, 3 jogadores têm vaga garantida (Pelé, Garrincha e Maradona), e outros dois dependerão da nacionalidade e opinião do autor da lista.

*****


Se ganhar a Copa, e encerrar sua carreira levantando a taça, Zidane entra no panteão de melhores incontestáveis de todos os tempos.

*****


A Copa do Mundo segue sem os penta-campeões: Amanhã teremos Alemanha X Itália, que já fizeram uma semi espetacular em 1970. E na quarta teremos França X Portugal.

*****


Nas duas vezes que enfrentou Portugal em semi-finais, os franceses avançaram e acabaram campeões. Foi assim nas Eurocopas de 1984 e 2000.

*****


E, com 4 europeus nas finais, a Copa de 2006 virou uma Eurocopa vitaminada.

*****


Falando nisso, os dois sul-americanos que cairam nas quartas, sairam em situações distintas: Os argentinos cairam de pé, lutando até o fim. Já os brasileiros...



28/06: A história se lembra de quem joga bonito!

Os Magníficos Magiares, capitaneados por Ferenc Puskas, o "Pelé antes de Pelé", e com o artilheiro Kocsis, fizeram história na primeira metade da década de 50. Em 1953, enfiaram 6X3 na Inglaterra em Wembley, feito impensável até então.

Em 1954 chegaram à Copa do Mundo com fama de imbatíveis, pois estavam invictos desde 1950. Meteram 9X0 na Coréia do Sul, e 8X3 na Alemanha Ocidental. Disputaram a "batalha de Berna" com o Brasil nas quartas, e venceram por 4X2, mesmo placar das semi-finais, quando quebraram a invencibilidade do Uruguai em Copas do Mundo.

Depois dessas duas partidas duríssimas, perderam a final para a mesma Alemanha Ocidental, na maior zebra em finais de Copa até o momento.

O Carrossel Holandês, capitaneado por Johann Cruyff, encantou o mundo em 1974, com um futebol envolvente e inovador, chamado de "futebol total". Venceu as três potências sul-americanas da época: Uruguai, Argentina e Brasil, então defendendo o título, e chegou à final contra os donos da casa, novamente a Alemanha Ocidental.

Na final, fizerem o gol logo de início. O primeiro jogador alemão a tocar na bola foi o goleiro Sepp Maier, que foi buscar no fundo das redes o pênalti cobrado por Cruyff. Mas novamente a Alemanha Ocidental virou e venceu a final contra um adversário considerado favorito.

Em 1982, na Espanha, duas equipes encantaram o mundo. A França, de Michael Platini, fez sua melhor campanha desde 1958, e perdendo nas semi-finais para, novamente, a Alemanha Ocidental, após uma partida histórica, que acabou empatada em 1X1 no tempo regulamentar, a França abriu 3X1 na prorrogação, e a Alemanha foi buscar o empate, ainda na prorrogação, ganhando moral para a decisão por penalidades.

E o Brasil, de Zico, Socrates, Falcão e Cereso, encantou o mundo, e foi considerado por todos o grande favorito ao título, até se deparar com a Itália de Paolo Rossi, que acordou justamente naquela partida, para marcar três vezes e mandar a Seleção Canarinho para casa.

Milhares torcedores de todo o mundo lamentam essas derrotas, e esses grandes times são sempre lembrados, principalmente a cada quatro anos, quando uma nova Copa do Mundo acontece. E o Parreira tem a coragem de dizer que a história só se lembra dos vencedores?


27/06: Brasil X Argentina na Copa

O confronto Brasil X Argentina pega fogo na Copa do Mundo. Se não em campo, pelo menos nas campanhas publicitárias.

No Brasil, a AmBev, fez o comercial do Guaraná Antarctica com Maradona, e a Schincariol fez a campanha da torcida Elefanaticos, para torcer pelo vice-campeonato da Costa do Marfim e, consequentemente, contra a Argentina.

Na Argentina, a cervejaria Isenbeck se declarou o "antisponsor oficial da Seleção Brasileira", aproveitando o fato da concorrente Quilmes ter sido comprada pela prórpia AmBev. Videos dos comerciais, específicos para cada jogo do Brasil, podem ser vistos aqui!


24/06: Copa do Mundo - Oitavas de Final

Começam hoje as Oitavas-de-Final da Copa do mundo. A partir de agora é matar ou morrer, quem perder vai pra casa. Abaixo, meus já tradicionais palpites nos confrontos de hoje:

Alemanha X Suécia

Os donos da casa começaram a Copa sob muita desconfiança de sua torcida. Mas a classificação com três vitórias, especialmente a última, sobre o Equador, dão aos alemães uma confiança maior ainda de que podem chegar à grande final.

A Suécia também está invicta, mas com apenas 1 vitória e 2 empates. Deve dar trabalho, mas não acredito que se classifique para as quartas. Meu palpite nesse confronto é Alemanha

Argentina X México

A Argentina é a seleção que apresentou o melhor futebol até agora. A estréia foi tímida, possivelmente devido ao trauma da eliminação precoce em 2002, mas na segunda partida o time deslanchou. No jogo com a Holanda nossos vizinhos jogaram bem, mas como o empate lhes garantiam a primeira colocação, não se arriscaram muito.

Já o México pra mim foi decepcionante. A equipe era vista como uma força ascendente no futebol mundial, e chegou até a ser cabeça-de-chave, mas se classificou vencendo o Irã, empatando sem gols com Angola, e perdendo pra Portugal.

Se der a lógica, a Argentina segue adiante.


22/06: Copa do Mundo - Dia 13

Grupo C

Argentina 0 X 0 Holanda
Costa do Marfim 3 X 2 Sérvia e Montenegro

Esse foi considerado o "Grupo da Morte", mas após ter sido decidido em duas rodadas, muitas pessoas acharam que o grupo não mereceu o título, principalmente porque os classificados foram as favoritas Argentina e Holanda.

Mas esse menosprezo é uma injustiça com a Costa do Marfim que, mesmo perdendo, fez duas boas partidas contra os favoritos, e se despediu com uma grande virada sobre a Sérvia e Montenegro, que foi a grande decepção do grupo. Os Elefantes fizeram uma bela Copa do Mundo, mas voltam pra casa mais cedo, por terem caído em um grupo dificílimo.

Na decisão do primeiro lugar, a Argentina começou melhor, mas não conseguiu marcar. Com o tempo, baixou o ritmo, pois o empate lhes bastava. A Holanda não conseguiu levar perigo, e acabou ficando em segundo do grupo.

Classificação Final:

1º Argentina 7 PTS (Saldo de Gols: 7)
2º Holanda 7 PTS (Saldo de Gols: 2)

3º Costa do Marfim 3 PTS
4º Sérvia e Montenegro 0 PTS

Grupo D

Portugal 2 X 1 México
Angola 1 X 1 Irã

Portugal venceu o México na última rodada e garantiu o primeiro lugar do grupo com 100% de aproveitamento. Com isso, o técnico Luis Felipe Scolari aumentou seu próprio recorde, e agora marca 10 vitórias consecutivas em Copas do Mundo.

Já o México se classificou graças ao empate entre Angola e Irã. Os africanos sairam na frente, dando a impressão que brigariam pela classificação, mas depois cederam o empate.

Decepcionante a campanha do Irã, que veio cotado como a melhor seleção iraniana de todos os tempos, e não conquistou nenhuma vitória. O México também decepcionou, para um cabeça-de-chave.

Classificação Final:

1º Portugal 9 PTS
2º México 4 PTS

3º Angola 1 PT (Saldo de Gols: -1)
4º Irã 1 PT (Saldo de Gols -4)


21/06: Copa do Mundo - Dia 12

Grupo A

Alemanha 3 X 0 Equador
Polônia 2 X 1 Costa Rica

A Alemanha fez valer a condição de dona da casa e favorita para cima do Equador, e marcou logo no começo do jogo com Klose. O Equador sentiu o golpe, e não fez uma boa partida. Klose e Podolski fecharam o placar em 3X0 para os anfitriões.

Já a Polônia conquistou sua única vitória na competição sobre a Costa Rica. 2X1, de virada. Os centro-americanos concluiram sua participação com três derrotas.

Classificação Final:

1º Alemanha 9 PTS
2º Equador 6 PTS

3º Polônia 3 PTS
4º Costa Rica 0 PTS

Grupo B

Suécia 2 X 2 Inglaterra
Paraguai 2 X 0 Trinidad e Tobago

Inglaterra e Suécia fizeram um jogo disputado. A Inglaterra já estava classificada, mas queria evitar o confronto com a Alemanha. Já a Suécia garantia a classificação com um empate, mas a vitória também evitaria o confronto com os donos da casa. Resultado? Um empate em 2X2.

E na outra partida, o Paraguai fechou sua sua campanha com uma vitória sobre o estreante Trinidad e Tobago, que saiu da Copa com apenas 1 ponto.

Classificação Final:

1º Inglaterra 7 PTS
2º Suécia 5 PTS

3º Paraguai 3 PTS
4º Trinidad e Tobago 1 PT


19/06: Copa do Mundo - Dia 11

Suiça 2 X 0 Togo

A Suiça conseguiu uma boa vitória sobre a seleção de Togo. A diferença de dois gols foi importantíssima, pois dá aos europeus a vantagem do empate contra a Coréia do Sul, na terceira rodada, para definir uma vaga para as oitavas-de-final.

Já a seleção africana está eliminada, o que não é surpresa, devido a todos os problemas extra-campo que tiveram até agora. Acredito que, pelo que mostraram em campo, se estivessem concentrados na competição, poderiam ter incomodado.

Ucrânia 4 X 0 Arábia Saudita

A Ucrânia venceu a Arábia Saudita por 4x0, e se recuperou da derrota pelo mesmo placar para a Espanha, na estréia dos ucranianos em Copas do Mundo.

A equipe do leste europeu nem parecia a mesma da estréia, jogou um bom futebol, e se impôs perante os sauditas, que viram suas chances de classificação reduzirem drasticamente.

Espanha 3 X 1 Tunísia

A Espanha não mostrou o mesmo futebol da estréia, e passou trabalho para vencer a Tunísia, que saiu na frente e quase conseguiu segurar o resultado, mas tombou no final.

Com um gol de Raúl, e dois de Fernando Torres, os espanhóis conseguiram a vitória no apagar das luzes e, com ela, a classificação para as oitavas.

Destaque para a boa atuação do árbitro brasileiro Carlos Eugênio Simon, que se recuperou da má éstráia no jogo Itália X Gana.


19/06: Copa do Mundo - Dia 10

Japão 0 X 0 Croácia

Precisando vencer, para se recuperar da derrota para a Austrália na estréia, o Japão do técnico Zico enfrentou a Croácia, que também perdeu na estréia, para o favorito Brasil.

Porém o placar não foi alterado nos noventa minutos, o que deixou a situação complicada para os asiáticos, que precisam vencer o Brasil na última rodada, e torcer pelo empate de Austrália e Croácia. Já a Croácia se classifica com uma vitória sobre os Socceroos.

Destaque para o goleiro japonês Kawaguchi, que defendeu um pênalti ainda no primeiro tempo.

Brasil 2 X 0 Austrália

Com gols de Adriano e Fred, o Brasil venceu a Austrália de Gus Riddink, e garantiu a classificação antecipada às oitavas-de-final.

Porém a Seleção Canarinho decepcionou novamente, apresentando um futebol aquém do esperado por todo o mundo.

Permanece nos brasileiros a esperança que a Seleção melhore à partir da fase eliminatória, como ocorreu na Copa das Confederações de 2005.

França 1 X 1 Coréia do Sul

Finalmente, após 8 anos e 4 jogos, saiu um gol da França em uma Copa do Mundo. E o autor não poderia ser outro, senão o atacante Thierry Henry.

Porém isso foi insuficiente para garantir a primeira vitória no mesmo período. Após abrir a vantagem no primeiro tempo, a seleção francesa recuou no segundo, mas não conseguiu segurar a boa seleção da Coréia do Sul, que empatou com Park.

Tanto França quanto Coréia do Sul mantém suas chances de classificação para as oitavas.